PIX o mais novo método de pagamento criado pelo Banco Central

PIX é o sistema de pagamento instantâneo do Brasil e deve substituir o TED e o DOC. A novidade entrará em operação no dia 16 de novembro deste ano. No teste que começou no início deste ano, a plataforma é diferente dos pagamentos bancários tradicionais, entre outros motivos, a plataforma pode liquidar transações no local e funcionar 24 horas por dia, 7 dias por semana.



Qual a diferença entre EMPRESÁRIO E EMPREENDEDOR



O PIX é administrado pelo banco central e pretende ser uma inovação. Para isso, a ferramenta utiliza uma rede moderna que funciona 24 horas por dia, de segunda a segunda-feira, incluindo diversas instituições financeiras.


Tal como acontece com as transferências correntes, o sistema funcionará como uma ponte entre o pagador e o recebedor. As partes da transação podem ser pessoas físicas, pessoas jurídicas (incluindo entidades governamentais) ou uma combinação delas. O PIX se tornou mais uma opção de pagamento, além dos já conhecidos TED e DOC.


No entanto, ao contrário do TED e DOC, você não precisa inserir um número de conta ou agência para iniciar uma transferência. No PIX, essa informação é substituída pelo que o banco central chama de chave PIX. A chave pode ser CPF, CNPJ, número de celular ou endereço de e-mail. Com essas informações, o usuário também poderá ter seu próprio QR code e receber dinheiro através do PIX por meio de pagamentos por aproximação.


Como se cadastrar no PIX


O cadastro deve ser realizado na instituição financeira na qual o usuário já possui conta. Bancos, aplicativos de pagamento, corretores de criptomoedas e outras fintechs disponibilizarão o registro em seus respectivos aplicativos ou sites. A partir do dia 5 de outubro, o usuário poderá acessar um menu do PIX e informar CPF, CNPJ, celular e e-mail que deverá estar cadastrado em suas chaves.


Que tecnologias oferece?


O PIX opera em uma infraestrutura de rede mais moderna que opera independentemente do horário de funcionamento do banco. Por este motivo, é possível enviar dinheiro para qualquer pessoa a qualquer momento e o valor sempre cairá para sua conta segundos depois. A liquidação não ocorre imediatamente se o usuário decidir agendar o pagamento. O recurso é nativo do serviço, mas cada instituição pode decidir se o oferece aos seus clientes ou não.


É necessário baixar algum app para usar o PIX?


Não é necessário baixar nenhum aplicativo para utilizar o PIX, as instituições que aderirem ao novo método de pagamento disponibilizaram esta função dentro dos seus softwares e apps.


Qual o custo do PIX?


O Banco Central informou que deixará livre para que cada instituição estabeleça seus valores de cobrança de taxa, mas para tranquilizar os usuários o BC irá monitorar eventuais cobranças abusivas.


O PIX é mais uma prova que a tecnologia está avançando de modo exponencial, de tal forma que está atingindo diretamente a forma como podemos consumar, vender e gerenciar nossos negócios, tudo está avançando em uma escala absurda e não fazia mais sentindo ter que esperar uma segunda-feira para poder realizar uma transação financeira.



Veja também A importância da contabilidade para empresas.